Seis erros comuns que atormentam os projetos de TI

É comum cair no erro de acreditar que, todo desafio enfrentado pelo gerente de projeto, é o resultado de sua experiência (ou falta dela).  No entanto, independentemente do seu nível de formação em gestão de projetos, existem alguns erros banais que são cometidos por vários gerentes de projeto. Não importa qual seja a metodologia, se cair nestes erros, seu projeto provavelmente fracassará.
  1. O gerente de projeto define prazos irrealistas para a equipe. Embora possa haver projetos que requeiram um prazo rígido, essa não é a realidade da maioria dos projetos. Definir prazos arbitrários para a equipe é ruim para o moral, provoca uma grande quantidade de horas extras e transforma sua equipe em burocratas em vez de criativos solucionadores de problemas. Planejamento criativo e flexível pode remover as tensões de prazos irrealistas.Management-Mistakes-Redbooth
  2. Alterações de escopo arbitrárias que ficam sem controle. Embora a maioria de nós concorde que é difícil evitar a alteração do escopo, é importante deixar os stakeholders cientes de que essa alteração possui um custo. Às vezes, as mudanças de escopo pode transformar um projeto em algo totalmente diferente do que o que se pretendia quando ele começou. Mudanças no cronograma, custo e até mesmo na qualidade do projeto final podem acontecer muito rápido.
  3. Risco não é gerenciado. Ignorar o risco não o manda embora. Reconhecendo o risco e tratando-o mais cedo
    minimiza custos com problemas depois. Tanto o risco quanto os esforços para mitigá-lo devem ser identificados antes do projeto começar.
  4. Falta comunicação e colaboração na equipe. Com toda a tecnologia disponível hoje, quase não há desculpa para a falta de comunicação da equipe do projeto. Um bom software de gerenciamento de projetos facilita a colaboração, e online, torna possível para as equipes espalhadas por todo o mundo se comunicarem e colaborarem.
  5. Stakeholders que não se envolvem no projeto. Manter as partes interessadas informadas sobre o status do projeto é apenas o começo. O verdadeiro desafio envolve ajudá-los a se tornarem defensores do projeto. As partes interessadas devem ser capazes de ajudar a nortear o projeto através de aprovações executivas e prover valiosas ideias. 
  6. Equipes de projeto sem metas e/ou objetivos definidos. Para maximizar o valor de cada projeto, cada projeto deve estar vinculado a algum objetivo estratégico. Uma vez identificados esses objetivos, é fundamental que todos saibam o valor estratégico dos projetos em que estão trabalhando. A maioria das pessoas quer fazer uma parte de algo maior que eles mesmos. A maioria dos projetos de TI entregam algum valor para o negócio, embora a maioria das empresas se esqueçam de compartilhar sua visão com os colaboradores..

Nem todos os projetos de TI são iguais. No entanto, a superação desses seis erros comuns irá ajudá-lo a concluir mais projetos com êxito e fornecer a sua organização com o valor do negócio pretendido.

Print Friendly, PDF & Email

1 thought on “Seis erros comuns que atormentam os projetos de TI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *